• Pontaria Novo Governo
  • BOLETOS ON-LINE
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018

16/10/2019 | Presidente assina MP para criar 13º do Bolsa Família - Valor Econômico

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem que foi alvo de “fake news” por parte da oposição no ano passado, por conta de rumores à época de que ele acabaria com o Bolsa Família, programa social que é marca registrada dos governos petistas. Bolsonaro deu a declaração no Palácio do Planalto, durante evento de assinatura da Medida Provisória que assegura o pagamento de 13º salário a beneficiários do Bolsa Família. “Nós temos no Congresso uma CPMI de fake news. Essa ideia [do 13º] apareceu no ano passado exatamente por causa das fake news”, disse Bolsonaro. “Eu diria que tivemos, sim, muitas fake news em razão das eleições do ano passado. Se não tivesse essas fake news, eu teria muito mais votos do que eu tive. E quase todas foram contra a minha candidatura. Entre elas, uma iniciativa bastante desesperada da oposição começou a pregar por todo o Brasil, em especial no Nordeste, que nós acabaríamos com o programa Bolsa Família.”

O valor do bônus será o mesmo já pago mensalmente, a ser depositado junto com a parcela de dezembro do benefício. Para garantir a remuneração extra, o governo federal vai desembolsar R$ 2,58 bilhões. Sem dar detalhes sobre a origem do valor, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse que parte da verba é oriunda de revisões de pagamentos indevidos. A outra parte, será realocada de outras destinações, que ele não informou quais são. “A maior parte deste recurso foi feito em cima do cruzamento de dados e da diminuição do gasto com pessoas que não precisavam do programa”, afirmou Terra. Além dos recursos recuperados com a fiscalização, houve aporte do Ministério da Economia.

Hoje, 13,5 milhões de famílias recebem o benefício, segundo o Ministério da Cidadania. Bolsonaro disse que deve terminar o governo com índices menores de desemprego e pobreza, para que menos pessoas necessitem da ajuda. “O bom programa social é o que sai mais gente do que entra”, afirmou. Na mesma cerimônia, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinou portaria autorizando o repasse de R$ 18 milhões ao Hospital Santo Antônio, em Salvador (BA), considerado um dos principais legados das obras sociais da Irmã Dulce, recentemente canonizada como Santa Dulce dos Pobres. Segundo o ministério, o hospital realiza mais de 20 milhões de atendimentos por ano pelo SUS. 

Fatos e Notícias

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02