• Pontaria Novo Governo
  • Fatos & Notícias
  • BOLETOS ON-LINE
  • app do sindeprestem
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018

07/03/2019 | Pequena empresa lidera emprego em SP - Valor Econômico

Em 2018, o Estado de São Paulo voltou a registrar saldo de criação de emprego formal (146,6 mil vagas) após três anos de resultados negativos, quando cerca de 870 mil vagas foram destruídas. E quem liderou a criação de vagas foram as empresas com no máximo quatro empregados, segundo levantamento realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A análise foi feita com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. A rigor, as empresas com um a quatro funcionários contrataram um saldo de 254.444 profissionais no comércio, serviços, indústria e demais setores. Mas o saldo negativo de companhias maiores fez com que o resultado geral do ano fosse bem menor.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, em apenas três estratos de estabelecimentos houve criação de vagas: os que empregam até quatro vínculos, os que têm de 250 a 499 vínculos (4.644 vagas) e os com mais de mil (15.531 vagas). Segundo a FecomercioSP, em períodos de crise os pequenos estabelecimentos, por seu tamanho, têm menos flexibilidade para reduzir a força de trabalho. Os que conseguem se manter ativos oferecem, ao menos, mais estabilidade.

Da mesma forma, quando há avanço da demanda, há maior necessidade de empregar mais. Outro fator é o aumento de pequenos empregadores, muitos formados por antigos trabalhadores celetistas. São novos empreendedores, como os microempreendedores individuais (MEIs), que têm permissão de contratar até um funcionário. 

Fatos e Notícias

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02