• Banner Palavra Do Presidente 02
  • Fatos & Notícias
  • BOLETOS ON-LINE
  • app do sindeprestem
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018

27/09/2018 | PALESTRA eSocial, mudança cultural nas empresas

Sindeprestem recebeu especialistas no último dia 26 para esclarecer aspectos técnicos do sistema que estará plenamente em vigor a partir de novembro.

O eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) será obrigatório para todas as empresas privadas a partir de novembro próximo. Mesmo com a implementação faseada do sistema e prorrogação dos prazos, as empresas enfrentam dificuldades para se adaptar às novas exigências. Para orientá-las, o Sindeprestem recebeu na manhã de 26 de setembro os especialistas da Seteco Consultoria Contábil - José Maria Chapina Alcazar, Francisco Peroni e Rosangela Tavares – para a palestra “O Impacto do eSocial nas empresas”, no auditório da entidade, em São Paulo.

Para José Maria Chapina Alcazar, diretor-presidente da Seteco e ex-presidente do Sescon-SP, sindicato das empresas de serviços contábeis de São Paulo, a implementação do eSocial começa com a conscientização dos empresários e das áreas de Recursos Humanos e Departamento Pessoal, pois implica em transformar a cultura da empresa. “O eSocial é uma metodologia sistêmica, capaz de eliminar a presença física do órgão fiscalizador. Com isso, a equipe técnica do Governo conseguiu coibir fraudes, existentes em volume assustador”.

O eSocial não altera a legislação trabalhista, apenas evidencia tudo aquilo que não for cumprido dentro dos prazos estabelecidos, fechando o ciclo de interferência do governo na vida do empreendedor, iniciado com a nota fiscal eletrônica. “O governo não reduziu informações e obrigações acessórias, apenas informatizou e reuniu tudo em um único banco de dados”, explicou Chapina.

Muitas das informações antes não exigidas, como CEP e endereço de funcionários, passaram a ser importantes, pois o eSocial exige o preenchimento correto dos dados desde o início do lançamento no sistema.

Os participantes puderam expor as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia das empresas e receber orientação dos especialistas sobre jornada de trabalho, ausência de dados cadastrais, medicina e segurança do trabalho, dentre outros assuntos.       

Rosangela Tavares, administradora, contabilista e advogada, destacou a importância do envio de informações qualificadas e verdadeiras. “Os arquivos têm certificação digital, portanto, validade jurídica. O envio de dados errados no eSocial expõe a empresa e causa problemas”.  

 

Fatos e Notícias

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02